quinta-feira, 7 de maio de 2009

A VENEZUELA JÁ DESVALORIZOU SUA MOEDA, APENAS ESQUECEU DE AVISAR

O governo da Venezuela gosta de se vangloriar que sua taxa de câmbio é Bs.F. 2.15 por dólar há varios anos e que isto é uma conquista de seu esperto e competente regime revolucionário, um sinal de sua robusta economia e da imunidade contra a crise que corre o planeta.

Na verdade o governo já desvalorizou o bolivar, apenas não admitiu isto. Vamos rever os fatos.

Apesar de cotar oficialmente a moeda em 2.15 na verdade existem muito poucos dólares disponíveis para as viagens e as regras para comprá-los mudam frequentemente. Mesmo que você consiga comprar alguns dólares e parte para o exterior, o Cadivi (órgão que controla a remessa de divisas) se recusa a pagar aos bancos o valor de suas compras no exterior. O resultado é que mais e mais bancos estão anunciando que seus cartões de crédito internacional não valem mais no exterior.

Dólares para a importação são também raros. Na semana passada a Toyota anunciou que estava encerrando suas operações devido a falta de dólares para a importação de peças. O governo anunciou que não haverá dólares para a importação de veículos e e até os agentes da alfândega de Puerto Cabello criam diariamente novas regras para dificultar a importação e existe até blog que tenta listar todas as regras.

Qual é o resultado de tudo isto ? Claro o mercado negro, onde atualmente a cotação é de Bs.F. 6.50 e subindo diariamente.

O maior provedor de dólares para o mercado negro provavelmente é PDVSA, que tem 94 de cada 100 dólares que entram no país. O governo tem poucos fundos e necessita cada vez mais de bolívares para sustentar suas loucuras e a corrupção de seus aceclas.